Stephen Paddock, o discreto aposentado atirador de Las Vegas

Stephen Paddock era um pacato contador público aposentado, de 64 anos, considerado um cara normal, sem histórico de violência, que vivia em um aprazível campo de golfe na cidade de Mesquite, Nevada – até matar pelo menos 50 pessoas em Las Vegas.

Na noite de domingo, segundo informações da Polícia, Paddock se instalou em um quarto do 32º andar do hotel Mandalay Bay, em Las Vegas, e disparou várias rajadas contra uma multidão que assistia a um festival de música country.

A Polícia informou que Paddock foi encontrado morto em seu quarto, possivelmente depois de se suicidar. No local do óbito, havia pelo menos oito armas, algumas de cano longo.

Ainda se desconhece por completo as motivações de Paddock, e mesmo seus familiares já declararam não saber o que teria acontecido a esse homem em geral reservado e tranquilo.

Em entrevista ao “Las Vegas Review-Jornal”, seu irmão Eric Paddock afirmou: “Não temos ideia do que aconteceu. É como se um asteroide tivesse atingido nossa família”.

Segundo ele, seu irmão não tinha qualquer vínculo político, ou religioso.

“Nada. Nenhuma afiliaçao religiosa, política. Ele só saía para passear”, disse Eric à CBS News.

“Era apenas um cara normal. Algo se rompeu nele, algo aconteceu”, sugeriu.

“Estamos em estado de choque”, desabafou Eric, de 55, que vive na Flórida.

À rede NBC, Eric disse que seu irmão costumava viajar para Las Vegas para assistir a shows e apostar nos cassinos.

“Ele não era um cara louco por armas, de modo algum”, comentou, também na entrevista à CBS News.

“Onde diabos ele arrumou essas armas automáticas? Ele não tinha antecedentes militares, ou nada disso”, acrescentou.

“Ele era um cara que vivia em uma casa em Mesquite, dirigia até aqui e apostava em Las Vegas. Fazia coisas. Comia burritos”, completou seu irmão, ainda perplexo.

De acordo com a Polícia, Paddock não tem antecedentes policiais. Além de contador, tinha uma licença de piloto e permissão para caça de animais de grande porte, válida para o território do Alasca.

As informações públicas disponíveis indicam que morava em uma residência em um campo de golfe construído na pequena cidade de Mesquite, no deserto, na fronteira de Nevada com o Arizona.

Segundo a Polícia, o ataque cometido por Paddock deixou pelo menos 58 mortos e mais de 500 feridos. É o mais letal tiroteio já registrado na história recente dos EUA.

Fonte:Exame

Facebook Twitter Google+ linkedin email More
Copyright © Radio Chips Fm - Rádio e Guia Comercial